Buscar

MT: Homens são presos por invadir casa e abusar sexualmente de mulher com deficiência

Os dois acusados tem 18 anos e ambos cometeram abusos sexual contra a vítima

Dois suspeitos que invadiram uma residência em Cáceres nesta semana e abusaram sexualmente de uma mulher com deficiência foram presos pela Polícia Civil nessa quarta-feira (9). Além do estupro, os criminosos também roubaram as vítimas, tia e sobrinho, ambas com deficiência física.


FIQUE ATUALIZADO: PARTICIPE DO NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E FIQUE BEM INFORMADO (NOTÍCIAS, VAGA DE EMPREGO, UTILIDADE PÚBLICA) -CLIQUE AQUI


Os mandados de prisão preventiva foram efetuados por equipes da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher de Cáceres e Delegacia do Adolescente.


O crime ocorreu na madrugada da terça-feira (8), quando a dupla invadiu a casa da vítima, de 48 anos, no bairro Junco. Os criminosos invadiram o quarto da mulher, que estava deitada e um deles abusou sexualmente dela e a agrediu com um tapa.


Depois, ele roubou um aparelho celular e um relógio da vítima. Em seguida, o outro comparsa também cometeu abusos contra ela e ainda roubou um relógio da outra vítima, que, embora estivesse na residência no momento do crime, não conseguiu ajudar a tia, devido a sua condição física e por ter sido ameaçado pelos criminosos.


Após cometer o crime, a dupla fugiu e as vítimas conseguiram acionar a Polícia Militar.

As equipes da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher iniciaram a investigação e conseguiram chegar aos receptadores, que adquiriram dos suspeitos o aparelho celular e o relógio da vítima. Os receptadores foram presos em flagrante.


A delegada Judá Marcondes, da DEDM de Cáceres, representou pela prisão preventiva dos criminosos, deferida pelo Poder Judiciário e logo eles foram encontrados.


Após o cumprimento dos mandados, a dupla, ambos com 18 anos, foi encaminhada à unidade prisional de Cáceres.


(Da Assessoria)


FIQUE ATUALIZADO: PARTICIPE DO NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E FIQUE BEM INFORMADO (NOTÍCIAS, VAGA DE EMPREGO, UTILIDADE PÚBLICA) -CLIQUE AQUI