Buscar

Mendes inaugura ala de hospital com investimento de R$ 10,5 mi

Unidade de saúde é referência para moradores de 15 municípios da região Norte de MT

- FIQUE ATUALIZADO: PARTICIPE DO NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E FIQUE BEM INFORMADO (NOTÍCIAS, VAGA DE EMPREGO, UTILIDADE PÚBLICA) -CLIQUE AQUI


O governador Mauro Mendes (DEM) inaugurou na tarde desta segunda-feira (23) a reforma da nova ala do Hospital Regional de Sorriso (a 420 km de Cuiabá). Ao todo foram investidos R$ 10,5 milhões.

O governador comemorou a entrega do hospital que, segundo ele, tem alto padrão de qualidade.

“Esta é a primeira etapa e foram investidos mais de R$ 10 milhões. E, na sequência [segunda etapa], nós vamos fazer o mesmo padrão. É um processo um pouco demorado”, disse o govenador.

“Com muito orgulho nesses dois anos e sete meses, o Governo de Mato Grosso tem feito um grande programa de recuperação da infraestrutura do Estado. Qualidade no atendimento e para melhorar todos os serviços serão prestados em Sorriso”, completou.


Do montante, R$ 8 milhões foram investidos na estrutura predial, que teve ampliação de 1.923,54 m², reforma da cozinha, recepção e telhado da unidade. Outros R$ 2,5 milhões foram usados na aquisição de equipamentos.

Ainda foram implantados 10 novos leitos de UTI e 29 de enfermaria.

A unidade de saúde, segundo o Governo, é referência para 15 municípios da região Norte do Estado, e contará com atendimento 24h para pacientes regulados.

Após a inauguração, a previsão é que sejam realizadas 100 cirurgias eletivas por mês.

Há 12 anos sem cozinha

No discurso, Mendes apontou que a cozinha da unidade de saúde estava em reforma há 12 anos. E que, ainda como candidato, se comprometeu a terminar a obra.

“Me pediram que fizesse o compromisso para terminar a cozinha. Eu disse: isso lá é compromisso que governador faça? Terminar uma cozinha? É tão pouco para se comprometer. [...] E graças a Deus estamos aqui hoje, depois de 3 anos, para inaugurar esse belíssimo hospital, além da cozinha, que todos queriam e sonhavam naquele momento”, disse o governador.

CÍNTIA BORGES