Buscar

Membro do CV foi assassinado no dia que seria internado em clínica de reabilitação



Luis Eduardo de Arruda, 30, que exercia a função de ‘disciplina’ no Comando Vermelho em Livramento (45 km ao Sul de Cuiabá), seria internado em uma clínica de reabilitação no dia em que foi morto, informou seus familiares à Polícia. Antes disso, ele teve uma briga com a esposa. As versões serão apuradas.

De acordo com as informações apuradas, na quarta-feira (20), dia do crime, Luis, conhecido como Dudu, estava na companhia de um amigo, por volta das 18h.

Ele foi chamado para consumir droga na casa da mãe da testemunha, onde o crime aconteceu. As testemunhas narraram que os atiradores chegaram, invadiram a casa e atiraram contra Dudu, que morreu no quintal.

Família da vítima esteve lá deu mais detalhes sobre as últimas horas do rapaz. Segundo pai, Dudu seria internado em uma clínica para tratar o vício ainda na quarta-feira.

Confirmou ainda que ele era membro do Comando Vermelho e que atuava na disciplina dos membros. Foi narrado ainda que nesta semana, ele e a esposa tiveram um desentendimento, o que será investigado pela Polícia. Foram 8 tiros que atingiram o rapaz.