Buscar

Irmãs morreram abraçadas na cama e pais doam as córneas: estou acabada, diz mãe


- FIQUE ATUALIZADO: PARTICIPE DO NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E FIQUE BEM INFORMADO (NOTÍCIAS, VAGA DE EMPREGO, UTILIDADE PÚBLICA) - CLIQUE AQUI


Encontrei as duas abraçadas na cama da Lorrandra, conta a mãe das irmãs Lorrandra da Silva Mendes, de 5 anos, Isis Silva Nascimento Santos, de 6, mortas intoxicadas com fumaça de um incêndio na casa delas, no bairro Cinturão Verde, em Cuiabá, na madrugada deste domingo (18).


O pais decidiram doar as córneas das meninas. Em entrevista na manhã de segunda-feira (19), Lenilza Gomes Miguel da Silva Mendes definiu o sentimento da perda em duas palavras "estou acabada".


"Não sei como vou conseguir. Meu esposo está aqui sendo forte. Não sei como vou continuar sem as minhas meninas. Faziamos tudo juntas. Molhávamos as plantas, lavávamos roupas e até estendíamos. Era tudo junto. Mas, hoje enterramos elas", disse chorando muito.


As chamas teriam sido causadas por um curto-circuito no ventilador. Nas fotos, é possível ver que a cama da irmã mais velha, Isis, ficou destruída. A mãe relata que sentiu um cheiro de queimado e quando foi ao quarto das filhas, viu o que tinha acontecido. "Nós tiramos elas de lá, levamos para sala, e ligamos para o Samu. Tentei acordá-las, mas não teve mais jeito", detalha.


Quando os médicos chegaram, apenas confirmaram as mortes. As meninas apresentavam também pequenas queimaduras pelo corpo. O Corpo de Bombeiros chegou a ser acionado para controlar as chamas.


Na noite de domingo, o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) e a secretaria de Educação de Cuiabá, Edilene de Souza Machado lamentaram a morte das irmãs. Elas eram estudantes da escola municipal de Educação Básica do Campo (EMEBC) Herbert de Souza.

“É uma fatalidade. Aos pais e a família nossos mais sinceros pesar. Rogamos a Deus que dê forças a essa família para superar esse momento tão doloroso e trágico”, disse o prefeito Emanuel Pinheiro.


RD NEWS