Buscar

Fundação do Câncer lança campanha com alerta a alterações no corpo


A Fundação do Câncer lançou uma campanha digital como alerta para a necessidade de a população estar atenta a alterações e sintomas visíveis no corpo. Apesar de a pandemia de covid-19 ter se tornado um dos principais temas na área da saúde, as pessoas não podem negligenciar nos sinais que o organismo dá como alerta de algo não vai bem. Perda de peso, prisão de ventre ou diarreias constantes, alterações na mama e tosse persistente são alguns dos sintomas que acendem o alerta de possíveis tumores.

O diretor-executivo da Fundação, Luiz Maltoni, avalia que mesmo na pandemia, a rotina de exames e consultas periódicas, principalmente dos pacientes oncológicos, precisa ser mantida.

Levantamento feito pela Fundação do Câncer mostra que, por conta da crise sanitária provocada pelo novo coronavírus, as cirurgias oncológicas caíram 56,5% nos meses de abril e maio de 2020, na comparação com o mesmo período do ano anterior. Quanto à quimioterapia e radioterapia, houve queda de 4,8% e 12%, respectivamente, em todo o país.

A avaliação é que o medo da covid-19 afastou pacientes de seus tratamentos, o que pode acarretar agravamento da doença.

Maltoni reforça que, para se manter saudável, as pessoas - com problemas oncológicos ou não - devem fazer atividade física rotineiramente, alimentar-se de modo saudável, sem excessos de carne vermelha; comer muita fruta, verduras e legumes, não fumar e evitar o sobrepeso. E, o mais importante: realizar exames médicos regulares, principalmente para quem tem mais de 50 anos de idade.


Edição: Vitoria Elisabeth/ Beatriz Arcoverde


Fonte: Agência Brasil