Buscar

Em MT, Idosa troca fotos, se apaixona por ‘delegado’ e perde R$ 85 mil em golpe

Depois de muita conversa e muitas fotos picantes trocadas, a mulher tinha total confiança no “namorado”.

Uma idosa de 67 anos, moradora de Ipiranga do Norte (a 438 km de Cuiabá), foi vítima de um golpista na internet, por quem se apaixonou. Ela perdeu R$ 85 mil ao transferir o dinheiro para o homem, que se passava por delegado aposentado.

A mulher conheceu o golpista no Facebook, em janeiro de 2022. Ele a convenceu que era um delegado aposentado do Rio Grande do Sul, inclusive enviou fotos verdadeiras do policial de quem usou a identidade.


FIQUE ATUALIZADO: PARTICIPE DO NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E FIQUE BEM INFORMADO (NOTÍCIAS, VAGA DE EMPREGO, UTILIDADE PÚBLICA) -CLIQUE AQUI

Depois de muita conversa e muitas fotos picantes trocadas, a mulher tinha total confiança no “namorado”. No entanto, tudo não passava de uma maneira de fazê-la se apaixonar para que o golpe fosse aplicado.

O homem disse que suas contas bancárias haviam sido bloqueadas, pois estava em processo de divórcio, e pediu dinheiro emprestado à idosa.

O golpista sabia que ela tinha acabado de vender uma casa em Sorriso (a 420 km de Cuiabá) e se mudado para Ipiranga, para morar perto da filha e de dois netos. Usando o dinheiro da venda, fez duas transferências ao homem: uma de R$ 50 mil, no dia 14 de fevereiro deste ano, e outra de R$ 35 mil, no dia 15.

A mulher só desconfiou que se tratava de um golpe quando o falso delegado pediu que ela transferisse para o nome dele um veículo Toyota Corolla 2013, que fazia parte do acordo de venda da casa.

A todo momento, ele dizia que iria pagá-la quando chegasse a Ipiranga do Norte para morar com ela.

De acordo com o boletim de ocorrência, enquanto a mulher estava na delegacia fazendo a denúncia, o golpista ligou e a chamada foi acompanhada pelos policiais. Em nenhum momento ele negou que seria delegado ou que iria para Ipiranga do Norte, pelo contrário, manteve a história.

A vítima informou ainda que, pelo fato de morar com a filha recém-separada e dois netos pequenos, tem medo de possíveis ameaças do suspeito.

A Polícia Civil já tem as informações das contas bancárias em que o dinheiro foi depositado e investiga o caso.


Letícia Borsari, TV Centro América e G1 MT


FIQUE ATUALIZADO: PARTICIPE DO NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E FIQUE BEM INFORMADO (NOTÍCIAS, VAGA DE EMPREGO, UTILIDADE PÚBLICA) -CLIQUE AQUI