Buscar

Colisão com árvore provocou queda de ultraleve que matou empresário


- FIQUE ATUALIZADO: PARTICIPE DO NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E FIQUE BEM INFORMADO (NOTÍCIAS, VAGA DE EMPREGO, UTILIDADE PÚBLICA) -CLIQUE AQUI


O Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa VI) apontou que a causa do acidente que matou o empresário Gelson Ferreira da Silva, 56, e Bernadete Aparecida Cardoso, 49, foi a colisão com uma árvore.


Segundo o reporte final da ocorrência, a colisão com obstáculo durante a decolagem provocou a queda do ultraleve modelo trike (asa delta com motor) no dia 10 de julho, no município de Castanheira (782,9 km de Cuiabá).


Consta no documento, que o ultraleve iniciou a decolagem em uma via pública, no bairro Nogan, sendo condutor e passageiros a bordo, para realizar voo recreativo. Durante a corrida de decolagem, a asa colidiu contra uma árvore, vindo a perder o controle ainda no solo. O Trike teve danos substanciais.


No dia do acidente, a aeronave caiu em um terreno baldio, na avenida Gílio Rezzieri, no bairro Nogan. A Polícia Militar informou que uma equipe do hospital municipal chegou a ser acionada para atendimento, mas as vítimas faleceram no local.

Os corpos de Gelson e Bernadete foram encaminhados para o Instituto Médico Legal (IML) de Juína para necropsia.

Gelson era empresário do setor madeireiro.

Estadão Mato Grosso