Buscar

Bandeira vermelha aumenta a conta de energia elétrica dos consumidores de Mato Grosso


- FIQUE ATUALIZADO: PARTICIPE DO NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E FIQUE BEM INFORMADO (NOTÍCIAS, VAGA DE EMPREGO, UTILIDADE PÚBLICA) - CLIQUE AQUI


Neste mês, em torno de um milhão e meio de consumidores de Mato Grosso vão pagar quatro reais e 16 centavos a mais para cada 100 quilowatts-hora consumidos, com o acionamento da bandeira vermelha patamar 1.

À cobrança adicional é acrescida o reajuste tarifário anual médio de 8,9%, que está em vigor desde o último dia 22, imediatamente após ser homologado pela Aneel, Agência Nacional de Energia Elétrica.

De janeiro a abril deste ano vigorou a bandeira amarela, que aumenta a fatura em um real e 34 centavos para cada 100 quilowatts-hora consumidos.

De fevereiro a novembro de 2020, a Aneel manteve a bandeira verde, sem acréscimo na conta de luz.

Em dezembro, alterou para o nível mais alto, com cobrança adicional de seis reais e 24 centavos para cada 100 quilowatts-hora consumidos.

Segundo a Aneel, a adoção da nova tarifa é necessária porque em maio começa o período seco, com os principais reservatórios apresentando estoques reduzidos para essa época do ano.

Sapicuá