Buscar

Aneel autoriza aumento de 7,29% na conta de luz em Mato Grosso


- FIQUE ATUALIZADO: PARTICIPE DO NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E FIQUE BEM INFORMADO (NOTÍCIAS, VAGA DE EMPREGO, UTILIDADE PÚBLICA) - CLIQUE AQUI


A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) autorizou o aumento da tarifa de energia elétrica em Mato Grosso. O reajuste foi aprovado em reunião extraordinária realizada na tarde desta quinta-feira (22) e passa a valer imediatamente.

O aumento da tarifa de energia será de 8,34% para os consumidores de baixa tensão (comercial). Para consumidores residenciais, o reajuste tarifário aprovado ficou em 7,29%. Já os clientes de alta tensão (indústrias, na maior parte) sofrerão reajuste de 10,36% em suas contas. Isso resulta em um reajuste médio de 8,90%.

A revisão tarifária estava prevista para acontecer no dia 8 de abril, mas a Aneel decidiu postergar a revisão tarifária devido ao agravamento da pandemia de covid-19.

A agência aponta que o reajuste é necessário devido a uma série de fatores que aumentaram o custo para o fornecimento de energia: 17,8% de alta do dólar, que afeta diretamente a tarifa da energia gerada por Itaipu; o uso mais intenso de termelétricas; a suspensão da cobrança das bandeiras tarifárias durante seis meses em 2020; a alta de 31% no IGP-M; e o aumento nas tarifas de transmissão.


“Realizamos a gestão das tarifas, com ações que serão capazes de atenuar os impactos tarifários que seriam sentidos pelos consumidores em 2021, mas sem comprometer o equilíbrio econômico das empresas dos segmentos de geração, transmissão e distribuição. Esse trabalho foi debatido com o Ministério de Minas e Energia e com todo o setor de maneira transparente e pelo bem do setor”, disse o diretor-geral da Aneel, André Pepitone.

Da redação