Buscar

Ainda impactado pela pandemia, setor gastronômico mutuense retoma reuniões

Acenm/CDL, Sebrae e Senai preparam programa de auxílio para o segmento, com capacitação nas áreas mais sensíveis

- FIQUE ATUALIZADO: PARTICIPE DO NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E FIQUE BEM INFORMADO (NOTÍCIAS, VAGA DE EMPREGO, UTILIDADE PÚBLICA) - CLIQUE AQUI


Com os efeitos da pandemia ainda fortes sobre o setor gastronômico, o Núcleo Setorial de Gastronomia da Acenm/CDL realizou uma reunião na última sexta-feira (25), a fim de retomar as tratativas sobre as demandas e as dores das empresas atingidas economicamente.


A reunião foi convocada pela Acenm/CDL, em parceria com o Sebrae e o Senai. Representado pela analista de negócios Camila Silva Brito, o Sebrae apresentou um estudo realizado em 28 empresas de Nova Mutum, do segmento da gastronomia. O estudo identificou os pontos mais sensíveis e dificuldades do setor, que são: gestão financeira, planejamento estratégico e gestão de pessoas. A partir disso, o Sebrae apresentou uma proposta para auxílio às empresas.


Uma nova reunião será marcada nos próximos dias, a fim de reunir um número maior de empresas membro do Núcleo. “Na ocasião, Sebrae, Senai e Acenm/CDL apresentarão às empresas uma proposta mais elaborada, com um programa de capacitação com duração de um ano, abrangendo desde a parte financeira, recursos humanos, planejamento estratégico e mídias”, adiantou o gerente administrativo da Acenm/CDL, Rodrigo Rigoni.


O Senai foi representado pelo gerente da unidade de Nova Mutum, Vivaldo Matos.


O NÚCLEO DE GASTRONOMIA


Fundado em 13 de agosto de 2020, após reunião que discutiu os efeitos da pandemia de Covid-19 no setor gastronômico do município, o Núcleo Setorial de Gastronomia da Acenm/CDL iniciou suas atividades com 21 empresas integrantes e atualmente conta com 28 empresas, todas associadas à Acenm/CDL, estando aberto a novos membros. Escolhido por consenso na reunião de agosto, o empresário Nelci Casarin é o atual coordenador do núcleo.

Por: Tiago Franz | Ascom Acenm/CDL